idademédia logo.gif










Idade Média
fullplatea.jpgA Idade Média na Europa foi um período compreendido entre os séculos V e XV, que se estendeu por mil anos na história. Tal época se divide da seguinte maneira: Alta Idade Média e Baixa Idade Média; a primeira com início marcado pelas invasões germânicas (bárbaras), e a segunda finalizada pela retomada comercial e renascimento urbano.

Relatos históricos e renascentistas definiam o mundo medieval como a “idade das trevas”, ou seja, uma época sucumbida pela ausência de desenvolvimento racional, representando um retrocesso para a ciência. Essa perspectiva foi corroborada pelo domínio ideológico empregado pela Igreja Católica, transformando a sociedade em sujeito passível de manipulação, pelo poder da informação. Contudo, a Idade Média possui avanços artísticos e científicos que puderam proporcionar conhecimentos para os dias atuais.

Guerra dos Cem Anos, Cruzadas, Pestes, Feudalismo, Vassalagem, Suserania, Clero, Servos e Nobres: todos esses acontecimentos e personagens favoreceram a construção da Era Medieval. Os cavaleiros, donzelas e os incríveis castelos não só são figuras conhecidas do imaginário das pessoas,  como também fazem parte do contexto histórico da época.
 
Período Medieval
 
A Idade Média é subdivida em dois segmentos menores: Alta Idade Média e Baixa Idade Média.
 
Alta Idade Média, Idade Média Antiga ou Antiguidade Tardia
  • Séc. V ao X;
  • Desintegração do Império Romano do Ocidente;
  • Invasões Bárbaras;
  • Descentralização do poder político;
  • Ruralização e formação do Feudos (extensas propriedades de terras);
  • Baixas trocas comerciais;
  • Economia de subsistência e trabalho servil centrados na agricultura;
  • Sociedade dividida por estamentos (Nobreza, Clero e Servos);
  • Alta religiosidade e expansão do Cristianismo.
Baixa Idade Média ou Idade Média Tardia
 
  • Séc. XI ao XIV;
  • Crise do modo de produção feudal e relações econômicas, sociais e culturais relacionadas;
  • Diminuição das invasões bárbaras, culminando em momentos de paz para a Europa;
  • dreamstimefree_880363aSurto demográfico provocado pela fase de estabilidade;
  • Com o excedente populacional, surgem algumas consequências como: marginalização dos servos e nobres;
  • Surgimento das Cruzadas desencadeadas pela Guerra Santa;
  • Renascimento comercial-urbano;
  • Fortalecimento de cidades e do poder centralizado nas mãos de monarcas;
  • Nascimento da burguesia;
  • Fim do Império Romano do Oriente e Queda de Constantinopla.